Influência de diferentes álcoois como solventes na síntese de mulita pelo método sol gel

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
Iu09-007
Aluska Do Nascimento Simões Braga Braga, A.D.(Universidade Federal do Piaui); Neves, G.D.(Universidade Federal de Campina Grande); Lira, H.d.(UFCG); Menezes, R.R.(Universidade Federal de Campina Grande); Simões, V.N.(UNiversidade Federal do Rio Grande do Norte); Sol-gel é uma denominação aplicada a qualquer processo que envolve uma transição de uma solução para um gel. O primeiro objetivo em todos os processos sol-gel é a preparação de uma solução precursora homogênea a partir da qual um gel semi-rígido pode ser isolado com um nível de homogeneidade atômica. Na síntese de mulita pelo processamento sol-gel são obtidos dois tipos de géis: monofásicos e difásicos. Géis monofásicos são formados quando alumínio e silício são misturados em nível atômico. Géis difásicos são formados quando a escala de homogeneidade encontra-se entre 1 e 100nm, e normalmente há formação de fases transientes anteriormente à cristalização da mulita. Ademais, o tipo de gel formado depende dos parâmetros de síntese, tais como: escolha dos reagentes e das condições de síntese. Deste modo, a temperatura de cristalização e as fases cristalizadas são influenciadas significativamente pelo tipo de solvente. Diante disto, o objetivo deste trabalho é estudar a influência do álcool etílico e do álcool isopropílico como solventes na síntese de mulita pelo método sol-gel. As soluções obtidas usando os diferentes álcoois foram mantidas sob refluxo durante 5 dias e posteriormente, mantidas em estufa por mais 4 dias, formando os géis. As amostras obtidas foram sintetizadas a 1100 e 1200°C, e caracterizadas por difração de raios X (DRX) e análise térmica (TG e ATD). Os resultados de DRX mostraram que a mulita foi formada apenas usando o álcool isopropílico como solvente, em ambas as temperaturas de calcinação. O uso do álcool etílico favoreceu a formação da alumina. A TG do material evidenciou uma perda de massa total de 60%. A ATD evidenciou o início da cristalização da mulita em 985°C.
<< Voltar