Síntese de nanopartículas de ouro revestidas para uso em tratamento médico

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
IIIu32-003
Maria Elisa Chuery Martins Rostelato Daruich de Souza, C.(Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares); Castro, A.(Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares); Nogueira, B.R.(Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares); Fortin, M.(Université Laval); Chevallier, P.(Université Laval); Chuery Martins Rostelato, M.(Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares); Nanopartícula são partículas em escala nanométrica e possuem propriedades únicas. Sua configuração promove alterações em seus comportamentos físicos, químicos e biológicos. As nanopartículas de ouro são estudadas há mais de 100 anos. Estados de oxidação comuns de ouro incluem Au+1, Au+3 e seu estado não oxidado Au0. O Au0 é o estado final desejável para nanopartículas. Assim, o passo principal envolvendo a síntese de AuNps é reduzir Au+1 ou Au+3 a Au0 adicionando e doador de elétrons (agente de redução) na reação. O precursor de escolha para a maioria das pesquisas é o ácido cloroáurico, HAuCl4 com ouro em seu estado de oxidação Au+3. Elas podem, por exemplo, transportar medicamentos para o interior das células sem perfurar as membranas celulares. Podem ajudar no tratamento do câncer através da liberação de medicamentos em partes específicas do corpo humano em intervalos controlados. Embora a síntese de nanopartículas de ouro seja amplamente relatada, na maioria dos casos a metodologia é confusa e/ou não clara. Além disso, a toxicidade dos reagentes deve ser levada em conta no desenvolvimento de produtos para aplicações médicas. Ácido cloroáurico- HAuCl4 (> 99,9% de traços metálicos), citrato de sódio- Na3Ctr (ACS ?99,0%) foram adquiridos da Sigma-Aldrich. Pellets de hidróxido de sódio- NaOH (ACS) foram adquiridos da J.T. Baker. Polietileno glicol- NH2-PEG-SH (5000 Mw) foram adquiridos da Laysan BIO. Todas as soluções foram feitas com água nanopura (Barnstead, 18,2 M?). 50 mL de 0,1 mM de HauCl4 contendo 100 ?L de NaOH a 1 M foram preparados em frasco de três bocas de 100 mL equipado com um condensador de refluxo. A solução foi aquecida em 80-90 °C enquanto era agitada com uma barra magnética revestida com PTFE. Em seguida, 5 mL de Na3Ctr 34 mM foram rapidamente adicionados. Análises de tamanho foram realizas por espalhamento de luz dinâmico DLS (Malvern). As reações de revestimento foram realizadas com polietilenoglicol (NH2-PEG-SH). O revestimento de PEG produziu partículas dentro do tamanho desejável (30-50 nm) com boa polidispersão e distribuição. O procedimento para o revestimento de PEG foi: Misturou-se 1 mL da solução de nanopartículas de ouro com 1 mL de 0,1 mM do agente de revestimento. A reação foi agitada num misturador de tubos eppendorf durante 2 horas. A caracterização foi realizada por FTIR- espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier (confirmando a presença do PEG na superfície), MET- Microscopia Eletrônica de Transmissão (confirmando o mesmo tamanho medido pelo DLS). DLS foi realizado durante o curso de 2,5 meses e confirma a estabilidade da reação.
<< Voltar