ANÁLISE DO COEFICIENTE DE ATRITO PARA O COMPÓSITO DE ZAMAC 2 REFORÇADO COM SiC PRODUZIDO POR METALURGIA DO PÓ

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
IIIp30-002
Cesar Edil da Costa Proença, T.A.(Universidade do Estado de Santa Catarina); Kazmierczak, K.(Universidade do Estado de Santa Catarina); da Costa, C.E.(Universidade do Estado de Santa Catarina); Milan, J.C.(Universidade do Estado de Santa Catarina); A liga Zamac 2 é utilizada em diversos produtos de engenharia, uma vez que possui uma ótima combinação de propriedades físicas e mecânicas, como baixo ponto de fusão, boa resistência à tração e elevada dureza. Estudos recentes reportaram que a adição de 1 a 5 % p de SiC a ligas zinco e alumínio resulta em uma menor taxa de desgaste quando comparada à liga não reforçada. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho foi produzir, via metalurgia do pó, compósitos à base de Zamac 2 com reforço de SiC. O coeficiente de atrito entre os compósitos e da liga não reforçada entre um contra corpo de aço foi avaliado por meio de ensaio por deslizamento do tipo pino-sobre-disco. Os resultados dos testes revelaram que, ao se aumentar quantidade em peso do reforço, há a diminuição do coeficiente de atrito em relação às amostras não reforçadas.
<< Voltar