Simulação Molecular Aplicada ao Estudo de Formação de Fase Amorfa na Liga Cu35,5Zr42,5Al22

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
IIIs06-003
Luis César Rodríguez Aliaga Aliaga, L.R.(Instituto politécnico - Universidade do estado do Rio de Janeiro); Schimidt, C.S.(Instituto politécnico - Universidade do estado do Rio de Janeiro); Durante as últimas décadas denodados esforços tanto teóricos quanto experimentais vem sendo realizados com a finalidade de se ter uma compreensão detalhada da formação de fase amorfa nas ligas metálicas. Uma importante ferramenta que auxilia esses estudos, corresponde aos experimentos virtuais realizados por simulação computacional. Neste trabalho são apresentados os resultados do estudo da formação de fase amorfa na liga Cu35,5Zr42,5Al22. O código livre LAMMPS foi utilizado para produzir a liga composta de 32000 átomos que interagem através do potencial do átomo imerso de Finnis-Sinclair (EAM-FS). Foram aplicadas as taxas de resfriamento de 1 e 0,1 K/ps para se obter a fase amorfa e se analisar a evolução da estrutura, entre as temperaturas liquidus e ambiente através do método de Voronoi. Os resultados mostram uma maior fração de poliedros de Voronoi à medida que a taxa de resfriamento diminui. Uma maior fração de poliedros icosaedrais, sejam estes perfeitos ou distorcidos, conduzem a uma menor Tg. A temperatura vítrea obtida por simulação (Tgs = 705 -710 K), está em bom acordo com os resultados experimentais (Tge = 723 K). Além disso, a liga exibe alto grau de ordem química de curto alcance evidenciada por um halo de baixa intensidade, em ângulos baixos, no diagrama de difração de raios-X e, por uma alta fração de pares atômicos coordenados por Al.
<< Voltar