Análise da pressão de compactação e sinterização em pastilhas preparadas com pós de ZnO obtidos por reação de combustão

Referencia Apresentador Autores
(Instituição)
Resumo
Id14-001
Verônica Barbosa da Silva da Silva, V.B.(Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará); O objetivo deste trabalho é processar e caracterizar pós cerâmicos de óxido de zinco (ZnO) obtidos por reação de combustão. As pastilhas cerâmicas preparadas pelo processo de compactação por prensagem uniaxial de efeito simples em prensa hidráulica foram caracterizadas, quanto as propriedades físico-mecânicas: retração linear, absorção de água, porosidade aparente, porosidade fechada, porosidade total, massa especifica aparente, quanto a estrutura por difração de raios-X e microscopia eletrônica de varredura. Os corpos cerâmicos foram prensados sob pressão de 129,97 MPa, 259,95 MPa e 389,92 MPa e sinterizados a 1200ºC usando um ciclo de queima rápido. A evolução na formação de fases cristalinas nos corpos cerâmicos durante a sinterização foi acompanhada por difração de raios-X. A microestrutura sinterizada foi avaliada por microscopia eletrônica de varredura. Os resultados da compactação das pastilhas mostram que a influencia da pressão de compactação é identificada pelo comportamento de densificação das pastilhas após a sinterização, sendo possível observar relevante aparecimento de trincas e diferença na porosidade das pastilhas obtidas com pressão de 389,92 MPa. As fases apresentadas antes e após a sinterização não foram influenciadas pela pressão de compactação.
<< Voltar